sábado, 15 de abril de 2017

Certidão de Confirmação de Peter Falkenberg

   No dia 14 de abril deste ano de 2017, completou 150 anos o mais antigo documento conhecido da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Santa Maria, que fora fundada um ano antes, em 8 de abril de 1866, com a denominação de Deutsche Evangelische Gemeinde in Santa Maria da Boca do Monte – Comunidade Evangélica Alemã.
   Por ser conhecida na cidade como a “igreja dos alemães”, foi cruelmente atacada durante os movimentos antigermânicos, na época de 2ª Guerra Mundial. Em 19.8.1942, o templo e a casa paroquial foram depredados, e tudo o que continham – móveis, livros, registros, documentos – foram queimados na via pública. Foi transformado em cinzas o acervo documental referente a 76 anos de história.

Confirmations-Schein = Certidão de Confirmação
Por isso, torna-se importante a Certidão de Confirmação de Peter Falkenberg.


Confirmations-Schein
Psalm 112, 1,2

Wohl dem, der den Herrn fürchtet, der große Lust hat zu
seinen Geboten. Der Same wird  gewaltig  sein  auf  Erden,
das  Geschlecht  der  Frommen  wird  gesegnet  sein.
====================== 
Peter  Falkenberg,- ehelicher Sohn von  Johann  Carl  August
Falkenberg  und   Maria  Elisabetha  Ringel ,  –   erblinkte  das
Licht der Welt den 4ten März 1855 auf den  Vier Colonien  des
Munizipiums  São  Leopoldo.  -  Derselbe  ist  in  der  Christlichen
Religion  unterrichtet  und  am  heutigen  Tage  von  versammelten
Gemeinde confirmirt worden auf den heiligen Evangelischen Glauben.
Vla Santa Maria d. B. d. M. den 14ten April 1867.

H. A  Klein.
Evangel. Pastor.

 Tradução
Salmo 112 – 1,2
Feliz aquele que teme ao Senhor, que muito se compraz com
Seus mandamentos. A (sua) semente será poderosa sobre a terra,
a (sua) descendência de devotos será abençoada.
---------------------------------------------
Peter  Falkenberg, filho legítimo de  Johann  Carl  August
Falkenberg e de  Maria  Elisabetha  Ringel, veio  à luz do
mundo, em 4 de março de 1855, em  Quatro Colônias, no
Município  de  São  Leopoldo.   –   O  mesmo  é  educado
na religião cristã e no dia de hoje, perante a Comunidade
reunida, foi confirmado  na  sagrada  fé  evangélica.
Vila de Santa Maria da Boca do Monte, 14 de abril de 1867.

H. A. Klein
Pastor evangélico
 ______________________________________________________________ 
   O documento original pertence a Vera Falkenberg Boelhower Toniolo, neta de de Peter Falkenberg.

   Peter Falkenberg
Peter Falkenberg aos 36 anos.
   Nasceu em 4.3.1855, em Vier Colonien (Quatro Colônias), uma pequena área colonial alemã então pertencente ao Município de São Leopoldo. Atualmente, o local fica no Município de Campo Bom, 10 quilômetros ao norte do centro da cidade.
   Era filho de Johann Carl August Falkenberg e Maria Elisabetha Riegel (não Ringel, como está no documento). O pai nasceu em Neuruppin, cerca de 70 qiolômetros ao noroeste de Berlim, e veio ao Brasil como soldado para integrar os batalhões de estrangeiros, os chamados “Mercenários do Imperador”, tendo servido no Batalhão de Granadeiros.  Deu baixa, em 1929, e veio para Porto Alegre no veleiro da navegação costeira “Marquês de Viana”. Fixou-se como colono em Quatro Colônias e, em 1847, casou com  Maria Elisabetha Riegel. Ela nasceu em 1819, em Schmidthachenbach /Hunsrück, filha do imigrante Johann Riegel, chegado à Colônia Alemã de São Leopoldo, em 29.12.1825, no segundo ano da imigração.
 
Neuruppin junto ao Lago Ruppiner. Em destaque, as torres do mosteiro dominicano, construído em 1246.
   Peter Falkenberg foi batizado em Vier Colonien. Quando tinha 12 anos de idade, ele foi confirmado em Santa Maria, para onde a família se mudara.
A Confirmação de Peter foi celebrada em 14.4.1867, por Hugo Alexander Klein, primeiro Pastor da Comunidade Evangélica Alemã de Santa Maria, fundada no ano anterior, e que ainda não construíra sua igreja. É o mais antigo documento original da Comunidade que eu conheço, conservado por Vera Falkenberg Boelhouwer, neta de Peter Falkenberg.

   Casamento
   Em 5.11.1881, Peter casou com Amália Henriqueta Brenner, tia-avó do autor desta postagem.

Amalia Henriqueta Brenner Falkenberg,
em 1908, pouco antes de falecer.
   O casamento foi celebrado em 5.11.1881, na casa do pai da noiva, Peter Brenner, em suas terras, junto ao Vacacaí-Mirim, atual Bairro Quilômetro Dois. O celebrante foi o Pastor visitante Johann Georg Wittlinger, num período em que a Comunidade de Santa Maria ficou sem pastor por sete anos. O Pastor Wittlinger era da Comunidade de Nova Germânia, hoje Candelária.
Serviram de testemunhas Carlos Cassel e sua esposa Guilhermina Brenner Cassel, e também Henrique Pedro Scherer e sua esposa Anna Francisca.


Peter Fakenberg aos 51 anos.
  
   Peter Falkenberg era curtidor em Santa Maria. O curtume e a residência da família ficavam em frente à Praça Julio de Castilhos, hoje junto à esquina da Avenida N. Sra. das Dores com a Rua Motorista Mariano.
Amália faleceu em 8 de outubro de 1908, em Santa Maria, com 48 anos. Peter, então chamado Pedro, faleceu em 9 de novembro de 1921, com 66 anos.

   O casal gerou grande e importante descendência através dos filhos Pedro Martin, Jorge Albino, Carlos Alfredo, Guilherme, Felipe, Júlia, Carlota, Rodolfo e Josephina.

Nenhum comentário: