sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

A chegada dos Schirmer




Foi em 14 de fevereiro de 1827 que a família Schirmer chegou à Colônia Alemã de São Leopoldo, portanto há 182 anos. Originária da pequena Waldlaubersheim/Hunsrück, era composta do casal Georg Schirmer e Katharina Elisabetha Heinz com os filhos Philipp Jakob, 16 anos, Kasper, 15, Jakob, 13, e Jakob Adam, 5 anos. Estabeleceram-se no lote colonial 207, em Campo Bom.
O filho mais velho, Philipp Jakob Schirmer, casou em 17.10.1829, com Maria Katharina Böbion, cujo primeiro marido morrera cinco meses antes. A jovem viúva emigrara de Niederlinxweiler/Sarre, com o pai, o marido e uma irmã solteira.
Em 1857, 27 anos após o casamento, Philipp Jakob Schirmer e a esposa mudaram-se para Santa Maria, com seus filhos, genros, nora e netos. Formavam um grupo de 18 pessoas: Heinrich Jacob Schirmer, 25 anos, casado com Maria Katharina Hirt, e seus três filhos; Maria Katharina Schirmer, 23, casada com Friedrich Jakobus, e seus dois filhos; Maria Dorothea Schirmer, 20 anos, casada com Peter Brenner, e suas duas filhas; Peter Friedrich, com 16 anos; Karoline, 14 anos; Philipp, 12. o filho mais novo, Friedrich, ficou em Campo Bom, possivelmente com o avô Georg Schirmer. Ali casou com Carolina Eltz, em 1866, estabelecendo-se em Santa Cristina do Pinhal.
Philipp Jakob Schirmer adquirira, em novembro de 1856, uma extensa área, com cerca de 260 hectares, junto ao Rio Vacacaí-Mirim, onde se estabeleceu com a moradia da família e instalou seu curtume. Uma pequena parte dessa área forma hoje o sub-bairro conhecido como “Vila Schirmer”.
Em 8.4.1866, ele foi fundador e membro da primeira diretoria da Comunidade Evangélica Alemã de Santa Maria e, no mesmo ano, em 20 de outubro, foi membro da diretoria de fundadores do Deutscher Hilfsverein (Sociedade Beneficente Alemã).
Philipp Jakob Schirmer faleceu com 70 anos, em 19 de abril de 1880, em Santa Maria, tendo gerado uma extensa e importante descendência. Durante 24 anos ele viveu na cidade, firmando raízes na terra que adotou, onde suas atividades geraram frutos nos setores comunitário, associativo, assistencial e social, que se estendem até hoje.

3 comentários:

Guaraci Vargas Greff disse...

Boa noite! Meu trisavô também foi sócio fundador do Deutscher Hilfsverein (Sociedade Beneficente Alemã), o nome dele é João Greff, ferreiro de Beltheim, chegou c/esposa Anna Maria Goettems à Santa Maria em 1847/1848.
Terias algo desta familia para compartilhar?

Ana Cristina Schirmer disse...

Meu avô se chamava Luiz Garibaldi Schirmer e foi casado com Frida Schirmer, o meu pai Milton Schirmer nascido em Santo Ângelo em 1939.

Ana Cristina Schirmer disse...

Meu avô se chamava Luiz Garibaldi Schirmer e foi casado com Frida Schirmer, o meu pai Milton Schirmer nascido em Santo Ângelo em 1939.