domingo, 22 de abril de 2007

Introdução


Meu propósito é pôr à disposição dos interessados alguns resultados de minhas pesquisas sobre a história de Santa Maria, com foco na imigração alemã, o que inclui minha família.
Pertenço às duas famílias Brenner de Santa Maria, cujos troncos, que não eram parentes, geraram grande descendência.
Meu bisavô paterno, Peter Brenner, nasceu em Campo Bom, em 1831, dois anos após a chegada de seus pais imigrantes à Colônia Alemã de São Leopoldo. Eles eram originários da cidade de Birkenfeld, no Hunsrück.

Meu Bisavô materno, Franz Karl Brenner, nasceu na aldeia de Ellweiler, em 1831, de onde emigrou, em 1846. A pequena Ellweiler fica a apenas 7 km ao sul de Birkenfeld.
Meus dois bisavós mudaram-se para Santa Maria na mesma época. Peter Brenner, com esposa e duas filhas, aqui chegou em 1857, estabelecendo-se com residência e curtume junto ao Vacacaí-Mirim.
Franz Karl, aqui conhecido como Carlos Brenner, depois de aprender e exercer a profissão de alfaiate, em Porto Alegre, chegou a Santa Maria, em 1858.


3 comentários:

Sérgio disse...

funcionou.
Parabéns tá bem bonito.

Sergio Brenner

Marcelo disse...

Parabéns!
Muito elegante...
Longa vida ao Blog!

Jairo Liandro Henckel disse...

Amigo, acaso seu parente peter brenner, não é um dos filhos sobreviventes da queimada feita pelos mucher em Sapiranga no Morro Ferrabraz a mando de Jacobina Maurer, se for somos parentes!
E antes dele voce tem algum parente?
Aguardo contato,